Universo Marvel: Super-heróis se reencontram em “Vingadores: Guerra Infinita” para combater o inimigo Thanos

Abril é um mês especial para os fãs dos heróis dos quadrinhos, que ganham vida nas telas do cinema. O filme “Vingadores: Guerra Infinita” estreia na próxima semana e traz todos os personagens da Marvel em uma batalha inédita. E que menino não ama esses personagens?

A Brandili, marca de moda infantil, embarca nesta aventura de super-heróis e traz peças com estampas exclusivas dos personagens, garantindo o look certo aos pequenos fãs do universo Marvel.  Demais não é mesmo? Tenho certeza que os meninos vão amar essa novidade!



São camisetas e conjuntos perfeitos para vestir as crianças, que muitas vezes se identificam com as histórias dos personagens, criando uma ligação de afeto com o super-herói. As novidades já estão à venda na loja virtual da Brandili e compõem a nova coleção de Inverno da marca.

No novo filme da franquia Marvel, os super-heróis se unem para combater o inimigo Thanos. “Vingadores: Guerra Infinita” será uma batalha decisiva, isso porque todos os personagens estarão presentes no filme e participarão da guerra para tentar juntar as Joias do Infinito. Estarão em cena grandes heróis favoritos das crianças, entre eles Homem de Ferro, Thor, Hulk e Capitão América.

A linha Licenciados da Brandili reúne diversos personagens da televisão e do cinema, que encantam o público infantil e cativam por suas histórias. Além da licença exclusiva de Avengers, a marca detém a licença do super-herói Homem Aranha, personagem que faz parte do time Vingadores. Todas as estampas da linha Licenciados possuem garantia de qualidade e conforto, proporcionando à criança uma peça estilosa, com a figura do seu personagem preferido, aliada à segurança e bem-estar.

LEIA MAIS

Plus Size: Dicas de como se vestir bem

O dia das mães está chegando e, nessa época, é comum assistirmos a inúmeros comerciais televisivos com opções de roupas para presentear as queridas mamães. Sabe o que me deixa mais brava quando eu assisto a um comercial desses? Todas as mamães estão lindamente maquiadas, com cabelos arrumados e são magérrimas! E aí eu fico me questionando: sim, esse é o padrão que a sociedade nos impõe, mas não é a nossa realidade.

Claro que gostamos de nos arrumar, nos maquiamos, reservamos um tempo para cuidar dos cabelos, das unhas... mas são raras as mães que conseguem se manter magérrimas após a gravidez. Eu, por exemplo, cheguei a 98kg na minha gravidez e hoje aos 39 anos perder peso tem se tornado uma luta.

A luta com a balança pode, e normalmente é, estressante. Jovens sofrem bullying nas escolas, outras passam fome para ver se conseguem emagrecer. Pára com isso! Temos que respeitar o nosso corpo como ele é. Algumas de nós temos o metabolismo mais lento, o que nos impede de perder quilos rapidamente. Outras sofrem de ansiedade e vêem na comida uma "válvula de escape". Outras ainda contam com o fator genérico.

Eu costumo dizer que temos que nos amar e ser felizes, nos aceitando como somos. Afinal, até as magras tem lá os seus limites. Vale mesmo é estar de bem consigo mesmo, respeitando seu corpo e seus limites, mesmo porque, como meras mortais, não trabalhamos usando o corpo como modelos e atrizes. Trabalhamos usando a nossa mente, sim, a nossa cabeça.

Gosto de falar de moda e sempre trago opções para todos os estilos e gostos, porque cada uma é uma. Tem o corpo de um formato, é magra, esbelta, corpulenta ou mesmo "gordinha". Alta ou baixa. E dá sim pra se vestir muito bem em todas as ocasiões. O que vale mesmo é saber escolher a peça certa para valorizar o seu corpo.

E para que você possa se inspirar e ver como é possível estar linda mesmo acima do peso, trouxe algumas inspirações:


Como você pode notar, desde roupas íntimas, moda praia, roupas para o dia a dia, para um passeio ou mesmo para se usar no trabalho podem e te deixam linda. E o mais importante, te encorajam a mostrar a sua personalidade. Sim, você pode porque é uma mulher empoderada, linda, dona de si e sabe o que quer.

Eu sou super fã de macacões e aqui em casa é uma peça que nunca faltou no meu closet. Tenho mais de dez. Ele é sempre uma ótima opção para qualquer ocasião, além de proporcionar conforto e estilo. Separei alguma modelos de macacão plus size que vocês podem conferir aqui.




Segundo Manu Carvalho as “Gordinhas podem usar tudo que a moda tem. Ela é pra todos”. Já Isabella Fiorentino completa: “Ao contrário do que dizem, elas não precisam ser reféns do preto, podem abusar de outras cores também.” 

Evite blusas fechadas e gola rolê, assim como modelos de frente única. Procure deixar sempre o colo a mostra. Um decote V ou as ciganinhas que estão em alta, são também ótimas pedidas. Cores mais fortes sempre ajudam a afinar a silhueta. Não use roupas muito largas - dê preferência para as mais cinturadas. Mas também não use roupas muito justas. Os macacões são bom nesse sentido porque normalmente valorizam o colo, são mais justos na cintura e você pode optar por macacões estilo pantalona, com pernas mais estreitas ou mesmo com shorts. Outra dica é não abusar do fosco, pois o tecido brilhante dá mais volume. Nessa seleção que preparei pra você tem dicas de modelos para todos os gostos: cores fortes, branco com estampa, o tradicional preto com detalhes que fazem toda a diferença, com pernas estreitas ou soltas (pantalonas).

E que tal dar uma conferida na moda Plus Size na Dresslily? Lá você encontra uma sessão especial de peças selecionadas para deixa-la muito bem vestida e arrasar no estilo, mostrando o que há de melhor em você. E os preços na loja virtual são super acessíveis. Vale mesmo conferir.
LEIA MAIS

Academia ou Yoga? Escolha a melhor atividade física que a Rosegal te deixa estilosa e confortável

O exercício físico faz bem a saúde e disso todo mundo sabe. Como mãe também sei que se deslocar até uma academia e ainda fazer um treino pode ser um fator limitador. Mas nada te impede de fazer uma caminhada em um parque próximo a sua casa ou até mesmo na calça em torno dos quarteirões. E a gente já sabe né? Ter uma companhia pra papear é sempre muito bom.

Recomendado para todas as idades, o exercício físico traz muitos benefícios aos sistemas respiratórios e cardiovascular, além de fortalecer músculos, regular o intestino, baixar o tão temido colesterol, perder peso - o que a gente adora - dentre muitas outras coisas. Hoje existem vários exercícios que você pode praticar em casa, com a ajuda de um personal e até  mesmo de aplicativos. Então não tem desculpa, a não ser que você tenha um fator limitante como problema na coluna ou mesmo não goste. Outra opção bacana seria a Yoga.

A Yoga é uma prática nascida na Índia. Há quem acredite que trata-se de uma ideologia, já outros encaram como uma atividade física. Independente do ponto de vista, a prática da yoga é uma boa alternativa para quem deseja aumentar a lista de atividades que melhoram a qualidade de vida.

O segredo para conseguir e manter uma boa qualidade de vida sempre está associada ao bem estar, a harmonia entre o corpo e o equilíbrio e os reflexos que isso traz para a nossa vida, e por isso mesmo a yoga é sim uma boa alternativa, uma vez que ela traz inúmeros benefícios tais como: melhora da concentração, aumento do nível de auto aceitação, redução do nível de estresse, reforço da memória, melhora do desempenho sexual, melhora na qualidade do sono, fortalecimento da musculatura, além de também ajudar no processo de emagrecimento, e o melhor é que você pode fazer em casa, naquele tempo que você guarda só para si.

E tão impostante quando a atividade física ou a yoga é o conforto. Impossível usar uma cropped e uma jeans não é mesmo? E hoje compartilho aqui algumas dicas bem legais de calças para yoga, que podem ser usadas na prática de qualquer exercício físico e que podem ser usadas no seu dia a dia também, pela praticidade e conforto. E que disse que não dá pra manter o estilo? Dá sim! Afinal, somos mulheres vaidosas e estar de bem consigo mesma eleva a auto estima que também é importante para a sua qualidade de vida.


Eu tenho um desgaste na coluna e ainda estou fazendo fisioterapia. E claro que para promover o conforto que eu preciso, eu uso esses modelos de calças. Não vou à academia porque ainda não posso, mas já me recomendaram a yoga. Acho que será uma experiência bem interessante e de muitas descobertas.

Como mulher antenada e esperta, eu já estou fazendo as minhas escolhas de calças para exercícios aqui. Eu gostei muito dos modelos e o melhor, das promoções! uhuuuu ... calças com até 90% de desconto - ai a gente pira né?

Na Rosegal você encontra calças lisas ou estampadas, capri ou compridas. E tem uma mais linda que a outra como você mesma pôde constatar aqui. Mas lá na loja virtual tem muitas outras opções super bacanas.


Essas calças são ótimas pois permitem o máximo de conforto e praticidade, além de serem estilosas. E mais, com preços de arrasar! O dia das mães está chegando, e que tal conferir as opções na loja virtual da Rosegal?  Lá você encontra roupas para todos os tipos de mães e para todas as ocasiões, além de acessórios, lingerie e moda plus size.

LEIA MAIS

Como saber o que é verdade, mentira ou sensacionalismo nos meios de comunicação?

Sabe-se que os meios de comunicação, tanto quanto as mídias sociais, exercem forte influencia na sociedade como um todo. Afinal, como saber o que acontece na sua cidade, estado, país ou no mundo senão através deles? A tecnologia nos permite livre acesso as informações, seja em rádio, televisão, jornal ou revistas e tudo em tempo real possibilitado pelos avanços da internet. Hoje podemos ler jornais e revistas no tablet ou smartphones, acessar programas televisivos em aplicativos, em sites e no you tube, sem falar em outras mídias como facebook, instagram e blogs. 

As informações são tantas que muitas vezes nos sentimos "engolidos". Sabe aquele momento que você retem tanta informação na cabeça que nem sabe mais o que sabe (para ser redundante), o que leu, onde leu ou até mesmo se lembra que leu? O nosso cérebro precisa ser seletivo para lidar com tantas informações ao mesmo tempo e com a cobranças e estresse do dia a dia não é incomum que nos esqueçamos de algo. É como se o cérebro, sobrecarregado, se desconectasse. Em contra partida, estar informado faz toda a diferença, seja no ambiente de trabalho ou mesmos para manter um bate papo com os amigos. Ser seletivo e saber que a informação é de fato idônea é fundamental.


Muitas vezes temos o domínio de muitos assuntos, que normalmente são aqueles que mais nos identificamos. Mas é preciso saber não apenas o que acontece no aqui e agora como também em outros lugares no seu país e no mundo. Se você está ai sentado no sofá assistindo a um filme - mesmo os baseados em fatos reais possuem uma certa dose de sensacionalismo - lembre-se que do outro lado do mundo existe guerra e que pessoas, em especial as crianças, estão morrendo como se não fossem seres humanos.

Há muito se fala do facebook e da forma rápida em que as informações são compartilhadas por milhares de pessoas com informações equivocadas e até mesmo falsas, nos fazendo julgar de forma errada, deturpar a realidade e até mesmo enganar falsas verdades. Enquanto escrevo esse artigo me veio a mente um caso que viralizou nas redes sociais: uma mulher sentada em um banco no aeroporto, com o celular nas mãos, enquanto seu bebê, com poucos meses de vida, estava deitado no chão. Isso tomou uma proporção tão grande no Brasil, mesmo tendo acontecido em outro país, que as pessoas não se conformavam como uma mãe podia ser tão cruel. E qual era a verdade dos fatos, quando alguém se propôs a ver além de uma simples foto, julgando uma mãe? A de que ela teve problema com o voô, ficou esperando no aeroporto porque não teve suporte da companhia aérea, e que havia deitado seu filho no chão depois de longas horas o segurando no colo, enquanto fazia ligações e trocava mensagens para resolver a sua situação.



Deixo aqui algumas regras simples para que você não caia nessa armadilha:

1) Essa informação é mesmo verdadeira? Se você tiver receio, pesquise, pergunte antes de passar a informação para seu grupo de amigos. Na dúvida não compartilhe.

2) O que essa informação vai agregar a sua vida ou na vida de seus amigos? Fatos irrelevantes devem ser simplesmente "deletados" do nosso cérebro para dar espaço para informações que de fato agreguem valor a sua vida, pois cérebro nenhum consegue obter e manter tantas informações nessa época de realidade virtual que praticamente nos engole.

3) A informação tem caráter sensacionalista ou informativo, ou seja, ele pretende passar um informação importante ou apenas promover o veículo de comunicação, um assunto, uma pessoa, um produto ou mesmo gerar uma polêmica e deixar o seu "nome" em evidência na cabeça das pessoas?

4) Nunca julgue sem ouvir a história toda ou pesquisar os dois lados dos fatos.

5) Qual a idoneidade da fonte?

Dia desses estava lendo uma matéria escrita por Paulo Akiyama, formado em economia e em direito, palestrante, autor de artigos, sócio do escritório Akiyama Advogados Associados, que atua com ênfase no direito empresarial e direito de família. O assunto falava tinha como título  "Cerca de 80% das denúncias de abuso sexual em processo de alienação parental são falsas". 

Por si só o assunto é de supra importância. Eu gosto de ler sobre tudo e o artigo me chamou a atenção. Mas, assim que comecei a ler fiquei espantada! Acreditei na fonte por dois motivos: Primeiro porque havia assistido ao programa que tratava o assunto no Fantástico e, em segundo lugar, porque estava lendo um artigo de uma pessoa que é conhecedora plena do assunto: um advogado!

Embora muitos ainda não saibam do que se trata a Alienação Parental, vamos então unir o assunto, que é, por si só importante, ao tema do meu artigo.



Segue agora o artigo escrito sobre Paulo Akiyama, que trata do assunto com foco de como as informações podem ser colocadas de maneira equivocada quanto a realidade dos fatos.

"Logo que a lei entrou em vigor, tive a honra de palestrar na 116ª seccional da OAB/SP Jabaquara, durante a gestão da presidente Dra. Solange Amorim e da diretora da comissão de direito civil a Dra. Terezinha Fernandes de Oliveira. O auditório estava com todos os lugares ocupados, inclusive com pessoas em pé, tanto era o interesse pela matéria por parte dos advogados associados àquela seccional.

Desde muito antes da lei, já me dedicava ao estudo de Gardner sobre os reflexos nas crianças e adolescentes que sofriam alienação parental e a consequência em relação ao genitor alienado. Tive a honra de assistir palestras a respeito ministradas pelo Desembargador Caetano Lagrasta, o pioneiro em São Paulo em aplicar sanções aos alienadores, mesmo antes da publicação da lei.

Recentemente, no dia 8 de abril, todos os cidadãos brasileiros tiveram a oportunidade de assistirem, na minha opinião, ao maior desserviço que uma emissora de televisão de importância nacional poderia prestar. No programa do Fantástico, em um bloco de menos de 15 minutos, a repórter Renata Ceribelli realizou uma reportagem sobre falsa comunicação de crime de abuso e Alienação parental, porém, trazendo a sociedade uma visão equivocada da realidade dos fatos.

Parecia mais um cenário do que uma reportagem de cunho social, como nos casos de novelas que apresentam julgamentos em sessão de audiência, mais parecido com filmes americanos sem mostrar como é a nossa realidade. Já passei por experiencia onde uma cliente que nunca na sua vida havia comparecido em um fórum, ao entrar na sala de audiência decepcionou-se, pois imaginava que seria igual do que já havia assistido na televisão.

Quando a repórter conta que em uma semana adentraram policiais na casa de uma das mães, e arrancaram seus filhos de lá, é algo inimaginável. Para quem conhece o sistema judiciário brasileiro minimamente, sabe muito bem que para isto acontecer as crianças devem estar sob ameaça e mesmo assim, não se dá em uma semana. Não existe no Brasil um juiz que determinaria o que foi alegado, o nosso ordenamento jurídico e leis processuais não permitem uma atitude destas.

Dizer que um pai acusado de ter abusado sexualmente de seus filhos ingressa na vara da família com um processo de alienação parental e o juiz da vara de família simplesmente ignora o processo criminal, que envolve vulnerável (criança) e decide pela inversão de guarda. Isto é fantasioso, e não "Fantástico".

Defendiam-se naquela reportagem 73 mães que se uniram e alegam que perderam a guarda de seus filhos em razão da lei da alienação parental.

Primeiro que estamos falando de um universo muito pequeno em relação a enorme quantidade de genitores que foram protegidos por esta lei. São 73 mães revoltadas contra milhares de genitores que foram atendidos e que hoje possuem uma convivência com seus filhos, o que lhes era praticamente impossível.

Por serem os processos que envolvem violência ao menor e por isso são tratados como segredo de justiça, não se tem uma estatística do que seria uma acusação verdadeira ou não. Mas há vários depoimentos de juízes e serventuários de algumas comarcas afirmando que as falsas comunicações de crime chegam a 80%, mas não podemos ser levianos a ponto de afirmar isto.

Já participei de alguns casos de falsa denuncia de abuso sexual praticados por pais e até avós contra as crianças, porém, no decorrer da instrução do inquérito policial vão se aclarando e as contradições acabam surgindo. Ainda há o estudo psicológico das crianças supostamente abusadas e dos seus genitores e avós. Nos casos que acompanhei, 100% eram falsas denúncias, onde a mãe incutia na cabeça da criança para repetir o que ela desejava que fosse dito, porém, as crianças sempre demonstram a verdade dos fatos.

Nestes casos, os genitores ingressaram nas varas de família requerendo a inversão da guarda, e de forma justa, pois não poderiam deixar seus filhos vivendo sob a batuta de uma pessoa desequilibrada, que chegou ao ponto de querer se vingar do ex-marido através de uma falsa denúncia. As mães que utilizaram desta prática perdem a guarda dos filhos, são obrigadas a fazerem acompanhamento psicológicos e suas visitas aos filhos são supervisionadas. Este resultado nos leva ao programa de televisão que mostrou 73 mães que perderam a guarda de seus filhos e estão nesta situação.


Não se pode jamais imaginar que um juiz de família, mesmo que arrogante, antipático, mal-educado (imagem dos juízes em geral por estas mães), simplesmente inverta uma guarda. A decisão deste juiz esta amparada em avaliações psicológicas de todos os envolvidos, processos judicias de anos e não de dias como dito na reportagem, para que possa sentenciar. Não se pode esquecer que da sentença de 1ª instancia cabe recurso e revisão de provas (se caso for) por uma turma de julgadores de 2ª instância, portanto não se resolve em uma semana como dito.

Além do processo civil, na esfera criminal, provado que o acusado (chamado de agressor) não é culpado, cabe a denunciação caluniosa, crime previsto no código penal.

Portanto, os reflexos que existem não somente no caso da esfera cível, mas também no criminal.

Também, não se pode deixar de citar, que muitas vezes as crianças falam para a mãe que o papai fez isto ou aquilo, porque esta com raiva do papai, ou mesmo com ciúmes porque ele está com nova namorada.

A lei da alienação parental veio para proteger as crianças de serem utilizadas como meio de agredir o ex. Ela é de suma importância no nosso ordenamento jurídico e deve ser respeitada, não cabendo a reportagens de menos de 15 minutos querer mostrar uma versão fantasiosa daquilo que na vida real não existe."

Espero que esse artigo ajude você, leitor, a ser mais criterioso ao ouvir um assunto e, principalmente, ao compartilhá-lo com amigos.

Todas as imagens foram reproduzidas do google.

Se essa matéria foi interessante pra você, ajude compartilhando com seus amigos clicando nos botões abaixo.

Paulo Eduardo Akiyama (E-mail akyama@akiyama.adv.br)
Para mais informações acesse http://www.akiyamaadvogadosemsaopaulo.com.br ou ligue para (11) 3675-8600. 
LEIA MAIS

Brinquedos que estimulam a brincadeira em família

Nós pais sabemos da importância dos brinquedos na vida dos nossos filhos. De uma simples caixa de papelão, que pode ser usada como um carrinho, quando você amarra um cordão e empurra, até os mais sofisticados. Os brinquedos são considerados importantes aliados no processo de aprendizagem das crianças, pois a através do brincar, a criança desenvolve elementos fundamentais na formação da personalidade, visto que aprende, experimenta situações, organiza suas emoções, processa informações, constrói autonomia de ação, entre outros.

O ideal é que você saiba selecionar quais brinquedos são adequados a faixa etária da criança - isso sempre vem nas embalagens - para atender o nível de desenvolvimento motor e cognitivo de cada fase de desenvolvimento, além de oferecer segurança.

A questão do brincar é tão séria, que um dos princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança diz que: “Toda criança têm direito à alimentação, habitação, recreação e assistência médica! " e sabe o que é mais legal? Poder compartilhar desses momentos junto com os filhos. Aqui em casa por exemplo, eu sento no chão e viro uma criança também. Falo de boneca com boneca - tenho duas meninas - brinco de escolinha, ajudo a montar peças. Enfim, há uma infinidade de brinquedos que a familia toda pode se divertir junta, estreitando os laços entre pais e filhos e desenvolvendo a afinidade e a afetividade.

Na 35ª Feira Internacional de Brinquedos (Abrin), maior evento do setor da América Latina, brandes marcas apresentaram seus lançamentos. Aqui somos muito fãs da Calesita e ficamos encantadas com os lançamentos da marca, que trouxe oito novos brinquedos, que incrementaram as linhas Passeio & Pedal, Educativos e Faz de Conta. Os novos produtos seguem o propósito da campanha que a marca catarinense divulgou recentemente: Tão bom quanto presente é estar presente. Além disso, eles acompanham algumas tendências, como o mundo mágico dos unicórnios, que as crianças AMAM!

Vamos conhecer os lançamentos? Brinquedos para se divertir a qualquer momento, lugar e em família:

Velocita Classic
Em modelo classic, o carrinho é mais um brinquedo pensado para criar memórias. Ideal para um delicioso passeio na companhia dos pais. Possui buzina, aro protetor, pedal e espaço para guardar acessórios ou dar carona para outros brinquedos. Estimula a coordenação motora de braços e pernas dos pequenos, além de acompanhar o crescimento da criança. Disponível em três cores, o brinquedo é indicado para crianças com mais de 12 meses.


Trinet
Sucesso absoluto entre as crianças, o Trinet Calesita tem três rodas, garantindo estabilidade extra para os pequenos, além de alta durabilidade por ser fabricado com material de boa qualidade. Ajuda a desenvolver o equilíbrio e a coordenação motora. Indicado para crianças com mais 3 anos.


Torre Lumina
Vem com quatro argolas coloridas em cores vivas e vibrantes. Cada argola pode ser montada conforme os tamanhos, ajudando o bebê na coordenação motora. A cada encaixe da argola a torre Lumina emite um lindo som, luzes se acendem e a torre balança. Indicado para crianças com mais de 9 meses.

Tum Tum Thá
Uma bateria super divertida que vem com pecinhas didáticas, pratos e esfera giratória, além de emitir duas opções de sons quando a criança tocar no pedal. Esse brinquedo também estimula a compreensão auditiva, visão e tato. Ideal para incentivar o gosto pela música, além de trazer mais alegria e imaginação para as brincadeiras. Indicado para crianças com mais de 12 meses.


1300 Fousk
Um divertido carrinho para passeios ao ar livre inspirado em um clássico. O 1300 Fousk Calesita tem volante didático com som de buzina, local para levar garrafa de água e apoio protetor para deixar os passeios ainda mais seguros. As rodas são com borrachas para não derrapar. Seguro e divertido, estimula a coordenação motora de braços e pernas dos pequenos, além de acompanhar o crescimento da criança. O brinquedo é 2 em 1: passeio e pedal, pois ao tirar os acessórios ele vira um lindo carro. Mantendo os acessórios os papais podem conduzir o passeio ao empurrar o carrinho. Indicado para crianças com mais de 12 meses. Disponível nas cores amarelo, rosa e azul.

Road
O companheiro ideal para as aventuras dos pequenos. Com aro protetor, cores diferenciadas, apoio de pés e empurrador, a segurança e a diversão estão garantidas. O Road ajuda a desenvolver a coordenação motora, pois ao retirar os acessórios de passeio, o volante gira e a criança pode pedalar. Além disso, tem rodas com borracha e buzina. Indicado para crianças com mais de 12 meses.


Calesita Fantasy
Um mágico unicórnio com rodinhas, colorido e muito confortável. Possui pedal, o chifre do unicórnio tem luz e um delicado som dando asas à imaginação. Além de ser uma opção de passeio divertido e lúdico, o Calesita Fantasy estimula a coordenação motora de braços e pernas. Indicado para crianças com mais de 12 meses.

Tool Kids
Uma bancada de ferramentas para você levar a brincadeira para onde quiser, pois vira maleta. Vem com martelo, chave de fenda, chave de boca, pregos e parafusos. Ajuda no desenvolvimento lógico e estimula a interação social, com muita fantasia e imaginação. Indicado para crianças com mais de 12 meses.

Atualmente a Calesita possui uma loja conceito no Blumenau Norte Shopping, em Blumenau (SC), e mais de três mil pontos de venda em todos os Estados do Brasil. 
LEIA MAIS

Arquivos

Dados do blog

Dias online
Postagens
comentários