Chegou a hora do desfralde. E agora?

Mamães, esse tema, o "desfralde", pode até parecer um pouco "batido", mas como o assunto é importante e muitas leitoras vivem me pedindo dicas, então resolvi montar esse post com o intuito de ajudá-las e compartilhar as minhas experiências como mãe de duas meninas.

A minha mais velha desfraldou mais rápido e quem participou ativamente do processo foi minha mãe, porque ela mora em casa e aí com quintal fica tudo mais fácil. Agora que tenho as duas, passo a maior parte do tempo no meu apartamento e confesso: às vezes fico desanimada em pensar no assunto porque fora o banheiro e a cozinha, o apartamento todo é de assoalho laminado. Ou seja, em um espaço pequeno fica complicado de limpar - já que não dá pra lavar - e o ambiente fica com cheiro forte. Todavia, esse é um processo que não temos como pular, certo? E como mães guerreiras lá vamos nós enfrentar mais um desafio desse mundo chamado maternidade.

Antes de dar algumas dicas eu gosto sempre de ressaltar: nunca compare sua criança com a criança do vizinho ou da amiga, e principalmente, nunca compare o filho mais novo com o filho mais velho. Isso faz mal pra você e à criança. 

Cada criança é única e tem o seu tempo pra tudo: sentar, engatinhar, andar... o tempo é dela! Tem crianças que anda com 11 meses? Sim! Mas a minha andou com 1a4m e daí? O importante é "não forçar a barra" e deixar que o processo seja natural, para evitar traumas à criança e estresse para vocês. Então vamos lá!



Não há uma idade certa para isso - lembrem-se que os bebês não vêm com manual de instruções. Normalmente o processo ocorre a partir de 18 meses mas algumas crianças levam até os três anos para desfraldar durante o dia. Já no período da noite o normal é que levem até 6 anos.

Fique de olho nas necessidades do seu filho
Não adianta vocês quererem apressar uma fase que deve ser natural para a criança. Por exemplo, começar o desfralde com um ano. A criança ainda não tem entendimento sobre o seu corpo e não sabe nada ainda sobre. A criança precisa, antes de mais nada, ter capacidade física sobre o seu corpo e entender o que é o xixi, como ele ocorre.

As meninas desfraldam com mais facilidade?
Sim, na maioria dos casos as meninas tem facilidade maior com o desfralde do que os meninos, mas isso não é regra.

O filho ou filha mais velha pode ajudar?
Sim! Estudo comprovam que quando a criança mais nova vê o seu irmão ou irmã mais velho usando o banheiro ou outro acessório para fazer suas necessidades, eles tendem a desfraldar com mais facilidade. Mas isso não é regra! Ajuda muito, por exemplo, vocês mostrarem a ela quando o irmão ou irmã estiver no banheiro. Diga: olha só, sua irmã está fazendo xixi!

O que pode ajudar no processo de desfralde?
Também não há uma regra para isso. O ideal são os penicos ou os acessos que podem ser colocados sobre o vaso. Mas se vocês começarem o desfralde antes do tempo a criança poderá achar que o penico é um brinquedo ou até mesmo ficar com trauma do vaso sanitário, por isso, mais uma vez, cuidado! Não force a barra. Dicas de produtos que vocês podem comprar:


Dos mais sofisticados aos mais simples, você pode apostar no acento. O ideal é que vocês mesmas coloquem o seu filho no vaso e só depois o ensine a usar a escadinha. Ou então, dispense a escada e o ensine a pedir para usar o banheiro (o que eu acho bem mais seguro).

Os penicos são os acessórios mais utilizados, pois são mais práticos para as crianças usarem. Ai vale da criatividade. Dos simples ao mais sofisticado, na hora de comprar lembre-se: o uso é o mesmo!



Compre calcinhas especiais para ajudar no desfralde
Pode até parecer uma coisa simples, uma calcinha para o desfralde, mas como mãe eu percebi que não é. Uma calcinha confortável, que faça a sua criança se sentir mais segura torna o processo mais fácil. Por aqui uso e adoro as calcinhas da Menina Algodão porque são bem especiais e indicadas justamente para o desfralde - além do uso diário para qualquer idade, claro!

Como começar com o processo?
As crianças adoram ficar sem roupas. Então no início vocês podem optar por deixá-las peladinhas para ver a reação delas e se estão preparadas para o desfralde. Se tudo transcorrer naturalmente, comece com o processo. Use a calcinha ou uma cueca confortável e ensine a criança a pedir para fazer xixi ou cocô. Se ela estiver pelada ensine a usar o penico por exemplo. Como estará sem roupa fica mais fácil.

Nunca demonstre decepção
Sua criança vai fazer xixi em qualquer lugar? No início provavelmente sim! Não demonstre raiva. Se ela não pedir para ir ao banheiro ou usar o penico, não demonstre a sua frustração. As crianças tendem a entender muito mais os gestos do que as palavras.

Faça do momento uma diversão
Crie, inove ... sua criança é única, então tente fazer desse momento um momento de diversão para distrair a criança e deixar o processo mais divertido.

Minha experiência com a filha mais nova
Assim que a Lia completou 2 anos - hoje ela está com 2a3m - eu tentei começar com o desfralde. Deixava a pequena só de camisetinha e calcinha. Ela adorava ficar sem a fralda então achei que ia dar certo. Mostrei o penico, pedi pra irmã mais velha mostrar, mas mesmo assim ela achava que era brinquedo. Como ela sempre foi muito medrosa, nem arrisquei o vaso sanitário, mesmo porque ela fala poucas palavras embora entenda tudo.

Notei que passados dois dias ela segurava o xixi. Colocava as mãozinhas entre as pernas e quando o xixi saia ela chorava de forma descontrolada. Pausa, respira! Ainda não é o tempo dela. O que eu tenho feito é deixá-la de calcinha uma parte do dia para ela ir se acostumando a ficar sem a fralda. Mas no primeiro sinal de "xixi" eu coloco a fralda porque ela demonstra ou fala. E para que o processo não se torne traumático eu coloco, sim, a fralda. Deixo-a sem na próxima troca e assim vamos tentando.

Se vocês começaram com desfralde e viram que ele está dando certo, então não pare. Vá ao shopping, ao mercado, a todos os lugares com a sua criança sem fralda. Se você colocar fralda em determinadas situações e em outras não, isso pode confundir a criança.

Espero que esse post tenha ajudado você e se gostou compartilhe ou indique para alguma mamãe.
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre muito bem vindo!

Google+ Followers

Arquivos

Dados do blog

Dias online
Postagens
comentários