Os primeiros passos no mundo da leitura e escrita


Especialista do Sistema de Ensino Poliedro explica o motivo pelo qual os processos de "Alfabetização" e "Letramento", apesar de distintos, devem sempre caminhar juntos


O processo de alfabetização, na educação infantil, é atualmente um tema de grande discussão entre os professores, pedagogos, pais e responsáveis. Afinal, após os primeiros sons, as primeiras palavras e frases, a criança se depara com o tão esperado momento em que será introduzida aos processos que se estenderão por toda sua vida: a leitura e a escrita.

Para Altamar Roberto de Carvalho, gestor educacional do Sistema de Ensino Poliedro, o início deste processo não está ligado somente ao domínio total da leitura e da escrita, mas sim à percepção de detalhes que transformam a criança em integrante da sociedade e participante de uma cultura, o chamado “letramento”.

“É importante considerarmos a criança como principal protagonista da ação educativa. Hoje, muitas vezes, ela é vista como passiva, porém, quando estimulada ao universo onde está inserida, desde pequena, ela apresenta um vasto repertório que já pode e deve ser muito bem aproveitado pela escola”, explica.

O termo “letramento”, atualmente, se dá pela prática de ensino voltada para o “alfabetizar letrando”. “Nós definimos uma criança alfabetizada quando ela sabe ler e escrever, porém, na sociedade em que vivemos, com tantos avanços na tecnologia, isso é muito pouco. Por isso, o objetivo de letrar deve sempre caminhar junto com a alfabetização, pois uma criança letrada não apenas sabe ler e escrever, mas também exercer as práticas sociais de leitura e escrita que circulam na sociedade em que vive”, esclarece Carvalho.

O bê-a-bá do letramento
Garantir que a criança se desenvolva em ambiente letrado, em constante contato com livros, cartazes, alfabeto em exposição e também a cultura, de qualidade, estão entre as principais maneiras de inseri-la neste meio social. “Trabalhar com obras de arte e trazer músicas que não estão inseridas na cultura de massa do seu dia a dia, como Villa Lobos e Vinicius de Moraes, ajudam a despertar o interesse desta criança, possibilitando diversos elementos que provocam e ampliam seu universo cultural crítico e criativo”, afirma.

Para proporcionar e assegurar o maior número possível de aprendizagens e experiências significativas, Carvalho destaca o incentivo à leitura como principal aliado. “O contato com a leitura, diariamente, é essencial. Seja a leitura de uma carta, poesia ou charge, todos eles permitem que a reflexão seja frequente e o avanço na escrita e linguagem oral cada vez mais evidenciado”.

Porém, o especialista também ressalta a importância de não subestimar o valor das brincadeiras, essenciais para o desenvolvimento da criança. “Quanto mais provocações boas nós tivermos, ao redor de uma criança, melhor será o seu processo de aprendizagem e isso inclui o ato de brincar, pois a brincadeira permite a aproximação das diferentes linguagens e conceitos importantes para que ela consiga interagir com o mundo e, a partir disso, construir concepções fundamentais para o seu desenvolvimento futuro”. 

Para o gestor educacional, cada produção da criança é uma forma de analisar em que momento da escrita a criança está e quais são as intervenções necessárias para que ela avance neste processo de forma significativa. Com o objetivo de atender esta necessidade, o Sistema de Ensino Poliedro traz, para a Educação Infantil, a fundamentação teórica da Coleção Gressus que destaca a importância de diferentes instrumentos para avaliação periódica dos alunos.

“É fundamental que os professores percebam o que a criança demonstra saber, por isso acompanhar o aprendizado das classes por meio do registro dos conhecimentos estruturados no processo de aquisição da linguagem escrita, organizando um quadro com o nome de todas as crianças, e os pontos avaliados, bem como a hipótese de escrita em que a criança se encontra, são ferramentas importantes neste processo”, conclui.

Sobre o Sistema de Ensino Poliedro
Desde 2001, o Sistema de Ensino Poliedro tem a meta de oferecer a melhor experiência educacional a escolas em todo o País. Originalmente adotado nos cursos pré-vestibular do Poliedro, reconhecidos pelo alto índice de aprovações nas melhores universidades do País, o Sistema expandiu-se para os ensinos Médio, Fundamental I e II e Educação Infantil, abrangendo agora toda a vida escolar do aluno. Atualmente, conta com mais de duas centenas de unidades parceiras em 95 cidades e 20 estados brasileiros. 

Mais informações em www.sistemapoliedro.com.br.
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Google+

4 comentários:

  1. Bem legal seu post amiga.
    Já leio para o meu afilhado desse agora e ele adora.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o post Nane!
    Sempre incentivei meu filho e ele lê super bem!

    Te espero no blog ;)
    Bjus, Bjus!!
    Aline Laitarte - http://www.bomboneca.com/
    Instagram: @alinelaitarte

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem vindo!



Instagram

Arquivos

Dados do blog

Dias online
Postagens
comentários