Tire suas dúvidas: Cuidados na dentição Infantil


Mesmo antes do primeiro dente do bebê nascer já surge aquela preocupação: será que devo fazer a higienização das gengivas? E depois que o primeiro dente nasce, muitas outras dúvidas surgem. Pensando em esclarecer os principais pontos que dizem respeito a essa fase tão importante dos pequenos, recorri a Profª Drª em odontopediatria Sandra Kalil, que atenciosamente respondeu as principais perguntas sobre os primeiros cuidados com o dentição dos pequenos. Acompanhe a entrevista.



1) A partir de qual idade devemos nos preocupar com a higiene bucal dos bebês?
A preocupação deve existir desde antes o irrompimento dos dentes decíduos. O ideal é que a gestante passe em consultas para o Pré Natal Odontológico, onde cuidará da sua própria saúde e receberá orientações importantes para o futuro de seu bebê. Se isso não ocorrer, é importante que os pais levem a criança nos seus primeiros meses de vida a um odontopediatra. Nessa consulta além das orientações de higiene e alimentação, um exame clínico será realizado para verificar a saúde bucal do bebê. Vale lembrar que nas maternidades é realizado o teste da linguinha, onde é verificado o freio lingual da criança. Se a intervenção for necessária, os pais devem procurar imediatamente um odontopediatra.

2) Para os bebês que não têm dentes, como podemos limpar a gengiva? Com qual frequência fazê-lo?

A limpeza pode ser realizada com uma gaze embebida em água filtrada, mas esse procedimento não deve ser realizado rotineiramente nas crianças que são amamentadas e não possuem dentes. O leite materno contém importantes anticorpos que protegem a boca do bebê e são também absorvidos pela mucosa. Ou seja, a limpeza da gengiva e língua só deve ser realizada quando houver um acúmulo grande de resíduos.

3) A partir de qual idade devemos escovar os dentes? Existem escovas específicas? E como devemos proceder o uso do fio dental?

O dente deve ser higienizado a partir do momento em que ele aparece na cavidade bucal, independentemente da idade da criança. Para isso pode-se utilizar escovas infantis adequadas para o tamanho da cavidade bucal e quantidade de dentes (hoje existem no mercado escovas específicas para cada idade). É importante que a escova seja macia e que o dentifrício seja sempre fluoretado, seguindo as recomendações do odontopediatra. O uso de fio dental será necessário após avaliação da cavidade bucal e do espaço presente entre os dentes, que é variável de criança para criança.

4) Como lidar com crianças de relutam em escovar os dentes? Existe alguma técnica para facilitar a cooperação?

Escovar os dentes é um hábito que a criança levará por toda a vida, realizando todos os dias, pelo menos 3 vezes ao dia. Portanto, não há como contestar. Deve ser introduzido na rotina como alimentação, banho e sono. É absolutamente normal que a criança relute, mas os pais não podem ceder. Insistência, paciência, uso de materiais lúdicos como bonecos, músicas podem ajudar. Escova coloridas, pastas temáticas, tudo é válido.

5) As mamadas noturnas favorecem à cárie? Como evitar a chamada “cárie de mamadeira”?

Na verdade hoje chamamos de Cárie precoce da infância (ECC EarlyChildhood Caries). A definição mais recente de cárie dentária é “uma disbiose desencadeada pelo consumo de açúcar”, onde não há um micro-organismo específico envolvido no processo, já que em condições normais, a relação dos humanos com os microrganismos envolvidos no processo de cárie é de simbiose. Ou seja, o grande responsável pela doença é o açúcar consumido em excesso. Logo, para se evitar as lesões de cárie em crianças devemos principalmente evitar o consumo de açúcar, ou seja o grande vilão não é a lactose ou leite materno, e sim os complementos utilizados na alimentação diária da criança. Para minimizar os risco, devemos ainda instruir a higienização correta, principalmente antes de dormir, com dentifrício fluoretado na concentração acima de 1000ppm, na quantidade correta para cada faixa etária.

6) Os dentes estão nascendo, existe alguma maneira de preveni-los da cárie se a criança não higieniza os dentes adequadamente?

Para a prevenção da cárie devemos instruir a correta alimentação, higienização e uso de dentifrícios fluoretados. Para crianças por algum motivo que se encontram na faixa de risco para o desenvolvimento de lesões de cárie, após criterioso exame odontológico, podemos utilizar agentes protetores como os selantes resinosos ou cimentos de ionômero de vidro para selar as superfícies de risco ou até mesmo realizar o selamento de lesões cariosas iniciais.

7) Para crianças com alto risco à cárie, o fluor é indicado?

Sim, o flúor tem suas indicações, como dentes em fase de irrompimento, crianças com alto risco para desenvolvimento de lesões de cárie, lesões incipientes em esmalte. Nestes casos, além do uso do dentifrício fluoretado diário, pode se fazer necessária a aplicação profissional de flúor tópico. O Flúor em espuma, como o Fluorcare da FGM, é uma excelente opção, pois além de sabores agradáveis, reduz o risco de deglutição pela criança, pois o profissional tem um maior controle em sua aplicação.

8) Qual a idade ideal para levar a criança ao dentista?

O ideal é a gestante procurar atendimento. Caso isso não ocorra, a primeira visita deve ser nos primeiros meses de vida, antes mesmo do irrompimento do primeiro dente.

9) Crianças estão expostas à traumas dentários devido a intensa atividade física diária. Dentes de leite quebrados podem ser restaurados com êxito?

O traumatismo dentário é muito frequente na infância não só pelas atividades físicas, como também pelo fato de estarem aprendendo a andar, engatinhar, correr e brincar. Acidentes acontecem e os reflexos de proteção ainda estão amadurecendo. Como consequência muitas vezes temos injúrias nos dentes decíduos e/ou permanentes jovens. Dentes fraturados podem ser reabilitados com restaurações com resinas compostas. No passado era mais difícil restabelecer a estética pois não havia no mercado resinas específicas para as cores dos dentes decíduos, naturalmente mais claros e leitosos (por isso o nome dente de leite). Hoje, com resinas com cores próprias para essa dentição, como a Opallis da FGM, o restabelecimento da estética ficou bem mais fácil e com resultados totalmente naturais.

10) Meu filho está com cárie. Existe algum tratamento menos traumático que seja eficaz para restaurar seu dente?

Hoje os tratamentos para lesões de cárie estão bem mais simples, eficazes e conservadores. Para isso utilizamos Técnicas de Mínima Intervenção para a remoção do tecido cariado, como o ART e a Remoção Química e Mecânica da Cárie por meio do uso do Papacárie. Essas técnicas removem apenas o tecido necrosado da lesão e não utilizam o motor de alta e/ou baixa rotação, apenas instrumentos manuais, o que permite a não utilização de anestesia e resulta num tratamento muito mais eficaz, tranquilo e confortável para o paciente. Para essas técnicas, o material de eleição para a restauração é o cimento de ionômero de vidro. Para um melhor resultado ainda, pode-se restaurar com o ION-Z da FGM, um novo material à base de ionômero de vidro radiopaco autopolimerizável com princípios ativos biocidas e dentinogênicos, indução de neoformação dentinária, visando o controle da doença cárie.

Espero que as informações sejam úteis as vocês tanto quanto foram para mim. Afinal, cuidar dos dentes desde muito cedo é mais do que um simples cuidado, é obrigação dos pais.

Texto produzido pela Profª Drª em odontopediatria Sandra Kalil especialmente para o blog.
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Google+

4 comentários:

  1. ótima dica amiga muito útil para as mamães
    Beijinhos
    /Facebook/Blog/Instagram/New Chic/

    ResponderExcluir
  2. Ótimas dicas Ariane, vou indicar seu blog para algumas mães de plantão por aqui. Você arrasa. Beijos

    BLOG | FAN PAGE | INSTAGRAM | YOUTUBE | GOOGLE+

    ResponderExcluir
  3. Bem legal saber dessas dicas. É sempre bom saber como cuidar bem dos dentes. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem vindo!



Instagram

Arquivos

Dados do blog

Dias online
Postagens
comentários