Parto consciente e mais feliz é tema do novo livro da pediatra Luciana Herrero



O Diário de Bordo do Parto esclarece mitos e medos mais comuns e que passam de geração a geração ajudando na escolha racional para um parto consciente. Guia prático baseado em ferramentas e estudos científicos modernos.


Toda gestante e seus familiares ficam ansiosos para conhecer o bebê, não é? Mas, como escolher a melhor forma de trazê-lo ao mundo? Para ajudar nesse processo com segurança e muita tranquilidade, a pediatra e educadora perinatal Luciana Herrero lança este mês o livro O Diário de Bordo do Parto. Trata-se de um guia prático e ilustrado para o planejamento e a escolha de um parto consciente e feliz. Resultado de anos de estudo, mais de 20 anos de experiência no atendimento de mães e famílias grávidas; além de entrevistas com diferentes profissionais que lidam diariamente com parto (obstetra, obstetriz, enfermeira obstétrica, doula, psicólogos, entre outros), referências em suas áreas de atuação. E relatos dos mais diversos tipos de parto, de celebridades e famílias comuns, que experimentaram a emoção de receber um filho. 


Segundo livro da série Diário de Bordo, ele é verdadeiro mapa ilustrado com quase 400 páginas coloridas repletas de dicas, caminhos e atalhos para que a gestante e sua família alcancem seus desejos, sem tantas turbulências, uma vez que esse assunto ainda é cercado de muitos mitos, crenças e medos. O novo título explica quais são as práticas confiáveis baseadas em evidências científicas e descarta, com informações claras, os mitos e “achismos” que podem confundir ou iludir as gestantes. “Cada mulher tem o direito de saber a verdade sobre os riscos do parto que escolheu, seja ele qual for. Não defendo este ou aquele jeito de parir. Minha tarefa é procurar esclarecer, informar, levantar questões e ajudar as mães a lutarem pelo que é melhor para elas e para seus bebês”, diz Luciana Herrero.



Planejamento administrativo para o parto

Apesar da proposta parecer exótica, esse é um grande diferencial de O Diário de Bordo do Parto: uso da técnica de administração, muito utilizada nas empresas, o PDCA, para auxiliar famílias a traçar um caminho para seu sucesso pessoal. Hoje, sem um bom plano e uma boa estratégia, as pessoas não conseguem nem dar conta da própria agenda. Imagine, então, dar à luz em meio à maior discussão que já houve no Brasil sobre o jeito certo de nascer. 

O governo federal procura incentivar médicos e hospitais a fazerem mais partos normais, mas muitos obstetras tradicionais defendem a cesárea, e tem ainda a “novidade” das mulheres desejarem parir em casa. Ouvir todos os lados, ponderar todos os alertas, administrar os riscos, driblar todos os diferentes palpites não é nada fácil, sem dúvida é uma das maiores preocupações das famílias grávidas. 


Por isso, a ideia do planejamento estratégico, de construir um caminho, para atingir um objetivo com final feliz é, sim, apropriada e eficaz. “Essa ferramenta, usada no desenvolvimento de processos de qualidade, vai ajudar a mulher a ter um raciocínio mais claro e objetivo sobre as suas opções e os caminhos que pode traçar para si mesma”, explica a autora. A técnica começa com o conhecimento dos tipos de parto e de assistência obstétrica. Depois, passa pela decisão de quais profissionais estarão ao lado da família nesse momento tão esperado (obstetra, enfermeira, obstetriz, doula etc). 


O PDCA também orienta que é preciso se preparar física e emocionalmente para o grande dia. Por isso, o guia traz dicas sobre cuidados essenciais que devem ser realizados durante a gestação, parto e pós-parto; indica, por exemplo, uma consulta com o pediatra durante a gestação, a realização do plano de parto e ensina, inclusive, como se preparar para um possível plano B, reduzindo frustações desnecessárias, já que o parto é sempre uma grande caixinha de surpresa. 


Embasamento científico e histórias reais

O Diário de Bordo do Parto traz ainda, com linguagem simples e didática, entrevistas com diversos tipos de profissionais envolvidos no universo do parto. Eles explicam e desvendam todas as faces da polêmica que mobiliza mulheres, médicos e governantes: cesárea x parto normal. Obstetras, ginecologistas, enfermeiras, psicólogas, anestesistas, parteiras, doulas, terapeutas holísticas, coordenadores de ONGs e estudiosos do assunto falam sobre tudo o que uma família grávida precisa saber. “Acredito que a informação é melhor ferramenta para a gestante envolver o parceiro e a família na dose certa no que se refere ao parto”, comenta a autora. 


O livro também compartilha a experiência de dezenas de gestantes. Cada uma com seu tipo de parto e suas conclusões sobre o nascimento de um filho. E como na hora “h” todos são iguais, celebridades também abrem o coração em depoimentos inéditos e exclusivos. A cantora Wanessa Camargo, por exemplo, conta o que sentiu depois do parto normal. Zezé di Camargo, pai dela e também cantor, fala sobre o ponto de vista de um avô que acompanhou os dois partos da filha. Já o ator Márcio Garcia, conta como se tornou um defensor do parto natural, depois de assistir ao nascimento de seus quatro filhos. E a jornalista Carol Castelo Branco desabafa sobre tudo o que precisou fazer para não perder a filha Sophia. Histórias reais, emocionantes e esclarecedoras que podem ajudar muitas mães e muitas famílias grávidas. 




Serviço:


O Diário de Bordo do Parto


Autora: Luciana Herrero


Número de páginas: 392 


Preço: R$ 88,50


Lançamento: junho/julho 2015



Onde encontrar: 
Grandes livrarias e seus sites (Saraiva, Cultura, Travessa, Fnac, Livraria da Vila), sites amazon.com e aninhare.com.br.



Sobre a autora


Luciana Herrero é médica pediatra, educadora perigestacional, consultora internacional de Amamentação pelo IBLCE/EUA (International Board of Lactation Consultant Examiners), expert em comportamento do bebê pelo Human Lactation Center/EUA e gestora do Instituto Aninhare. 



Desde o final da residência percorreu um caminho diferente do traçado pelos médicos tradicionais. Longe dos consultórios, fez trabalhos voluntários em comunidades carentes e nas casas de pau a pique da zona rural de Minas Gerais. Escolheu focar a prevenção, ao contrário de tratar as doenças. Treinou agentes de saúde da Pastoral da Criança e coordenou um programa de educação de gestantes nos postos de saúde da cidade de Uberlândia, premiado pelo Ministério da Saúde. Para garantir o bem-estar do bebê que está na barriga da gestante, cuida também da mulher e da família grávida. É apaixonada pela saúde, pela amamentação e pelo cuidado perigestacional (período de gestação e pós-parto). Em seu currículo, tem capacitações na área perinatal e primeira infância, muitas delas internacionais. 



Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Google+

3 comentários:

  1. uau , ate salvei o nome aqui quero ler, ja que esse ano quero ter bb *-* amei , super informativo o post

    Bjuuuu
    http://www.blogjumedeiros.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá Ariane!!!
    Ótima dica, como diz uma tia minha: "informação não ocupa espaço" e acho realmente importante a pessoa fazer a escolha consciente.
    Beijos mil pra você, Larinha e bebê!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem vindo!



Instagram

Arquivos

Dados do blog

Dias online
Postagens
comentários