Sobre a Páscoa



Eu me lembro que todos os anos passávamos a Páscoa com a minha família paterna, e isso durou até os meus avós falecerem. Não havia ovos de chocolate e muito menos coelhinhos. Mas havia união! Na sexta-feira santa o tradicional almoço. No cardápio espaguete com sardinha. De sobremesa doce de cidra e paçoca. Mais do que no natal, essa data era especial, era a única que todos os tios e primos se reuniam. Já no domingo, depois do almoço, a minha avó sempre abria uma caixa de chocolates para distribuir entre os netos. Era simples, era singelo, mas era de coração.

O tempo foi passando, meus avós faleceram mas até hoje eu guardo a data com muito carinho. Uma data mais que especial para quem é cristão, já que comemoramos a ressurreição do Senhor! 

Esse foi o segundo ano que tivemos ovos de Páscoa por aqui. A Larinha tem apenas dois anos e não poderíamos deixar passar a data em branco - e isso mesmo em se tratando dos preços abusivos dos chocolates, não acham? Fizemos apenas uma reunião na casa dos meus pais, com um almoço simples. Mas a união sempre reina em nossos corações, na certeza que a família ainda é a base na construção de um mundo melhor, com valores éticos e morais.

Espero que vocês tenham passado a data bem, em família, e também aproveitado para refletir sobre o seu verdadeiro significado. Afinal, a vida é mais do que um dia após o outro.




Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Google+

2 comentários:

  1. aqui a gente não vai muito de chocolate.... temos o hábito de presentear com roupas, livros, brinquedos... e para comer, bolachinhas de mel e especiarias, pão de mel, amendoim torrado com açúcar...
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que máximo amiga. O importante é não esquecer o verdadeiro significado da data não é?

      Excluir

Seu comentário é sempre muito bem vindo!

Google+ Followers

Arquivos

Dados do blog

Dias online
Postagens
comentários