Brincadeira aliada à segurança: confira dicas para facilitar a compra de brinquedos


Imagem: Daniel Zimmermann

Verificar a indicação de faixa etária, a certificação por órgãos creditados e a integridade da embalagem são alguns cuidados fundamentais na hora da escolha de itens para os pequenos. Josiane Dallmann, da Calesita, explica como saber se o produto adquirido está adequado à segurança necessária para a brincadeira das crianças.

Quem é pai ou mãe sabe: o cuidado com os filhos vem em primeiro lugar sempre, inclusive na hora de brincar. Por isso, o momento da compra de um item pode ser muito mais complexo do que um simples pedido dos pequenos. Na hora de escolher um brinquedo, detalhes que podem colocar em risco a segurança das crianças devem ser analisados. 


Para auxiliar nesse momento, Josiane Dallmann, gerente comercial da Calesita, separou quatro dicas para não errar na hora de presentear as crianças:

Certificação do Inmetro: o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) é fundamental para garantir que qualquer produto tenha procedência. “Com os brinquedos, não poderia ser diferente, já que o selo atesta que o item passou por testes de segurança”, lembra. 

Faixa etária: comprar produtos de acordo com a idade do pequeno também é essencial. A informação deve estar impressa na caixa. “Vale lembrar que os brinquedos contêm peças de acordo com a faixa etária, então um item destinado para uma criança de quatro anos, não pode ser comprado para um bebê, por exemplo. Verifique sempre na embalagem qual é a idade indicativa”, ressalta Josiane.


Não pode colocar na boca: Crianças menores têm o hábito de colocar as mãos e objetos na boca. “Todo cuidado é pouco, principalmente com os bebês. Então, é importante não oferecer brinquedos com peças pequenas”, diz. Outro cuidado nesse sentido diz respeito às tintas e massinhas. Certifique-se de que o produto é atóxico e oriente sempre os seus filhos a não levarem esses itens à boca. Evite também comprar brinquedos com formato ou cheiro de comida ou doce.
Imagem: Divulgação

Fique de olho na embalagem: além de indicar a idade destinada para aquele produto, outras informações também são importantes e devem estar destacadas. “O material que aquele item foi fabricado, endereço do fabricante, contato do SAC e orientações sobre as indicações daquele brinquedo também devem estar na embalagem”, conclui a especialista.

Sobre a Calesita
Há 15 anos no mercado nacional, a Calesita é uma empresa de Pomerode (SC), que atua com itens para crianças de primeira infância. A empresa é especializada em brinquedos das linhas educativo, passeio, praia e jardim, entre outros. 


Os produtos podem ser encontrados em três mil pontos de venda, espalhados por todos os estados brasileiros.

Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Google+

5 comentários:

  1. Oie Amiga Legal essa Dica segurança sempre em primeiro lugar...
    Beijos
    http://michelimartins2929.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ótimas dicas Ariane, muito importante estarmos atentas nos detalhes na compra dos brinquedos as crianças.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Sempre olhava aquelas etiquetas que indicavam que tinha peças pequenas no produto.
    Se deixar, a criança pode colocar na boca e acaba sendo perigoso.
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o post amiga, bem útil vou compartilhar com minha irmã.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia

    ResponderExcluir
  5. Excelente dicas, e será útil para nós mamães ;)
    www.bigmundoinfantil.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem vindo!



Instagram

Arquivos

Dados do blog

Dias online
Postagens
comentários